quinta-feira, outubro 14

Cobertura completa do

lançamento em Caruaru


Uma noite emocionante e marcante para o lançamento de uma grande obra. No último dia 23, por volta das 21h, o Teatro Rui Limeira Rosal, no Sesc Caruaru, ficou lotado para prestigiar a sessão de autógrafos do livro Prazer em Conhecer, escrito pelo jornalista Fernandino Neto. A atriz Prazeres Barbosa esteve presente à cerimônia e autografou os livros junto com o autor.


Um dos pontos altos da noite foi a exibição de um vídeo-documentário produzido especialmente para divulgação do livro, com depoimentos de Prazeres e Fernandino, além de cenas que resgatam a história da biografada.

Rosangela Araújo e Cláudio Rodrigues

Durante o coquetel, o público conferiu show acústico com a cantora Rosimar Lemos. O evento foi prestigiado por artistas, professores, estudantes, autoridades políticas, empresários, jornalistas e amigos. "Nunca houve um lançamento de livro como este em Caruaru", disse Benício Júnior, da Cia. Olhares de Teatro, referindo-se à diversidade da programação. Confira em imagens

Prazeres, Fernandino e o jornalista Mário Flávio

Douglas e Adriana Cintra

Com o jornalista Wagnner Sales

Bernardo Barbosa e Bernardo Filho

Com a equipe de produção do evento
Com o ator Severino Florêncio

Anastácio Rodrigues e Walmiré Dimeron

Na cidade de Limoeiro, o lançamento do livro Prazer em Conhecer aconteceu na sexta-feira, 24, no Galpão das Artes. A produção do evento ficou a critério do arte-educador e produtor cultural Fábio André e a turma do Galpão das Artes, o principal polo cultural da cidade. Lá, está localizado o camarim Prazeres Barbosa.


O evento foi prestigiado por diversas personalidades e artistas da sociedade local. A noite foi marcada por homenagens e apresentações artísticas. O autor e a atriz concederam entrevistas; visitaram o Colégio Pentágono, coordenado pela educadora Rosejara Ramos e participaram de um almoço oferecido pela artista plástica Rosélis Alves para convidados.





Prazeres vai a festa de

lançamento de

Tropa de Elite

A atriz Prazeres Barbosa participa nesta quinta-feira, dia 07, a partir das 10:30h, da festa de lançamento do filme Tropa de Elite 2, no qual interpreta a esperta dona Olga. O evento acontece no Cine São Luiz, localizado na Rua do Catete, 311 - Lj 204, no Rio de Janeiro.

Cena do filme Tropa de Elite 2, produzido pela Zazen Produções,
com direção de José Padilha

De acordo com a atriz, sensação provocada pela obra foi a mesma sentida ao entrar no Projac pela primeira vez. Confira a entrevista concedida pela atriz ao blogueiro Cláudio Soares.

1. Sessenta anos de vida. Como se sente contando essa história? Deu pra contar tudo?

Uma trajetória, ativa, de 60 anos não dá pra registrar tudo, entretanto encontram-se eternizados alguns fatos da minha infância aos dias atuais. Encontro-me em estado de graça. A sensação que ora desfruto, quando do lançamento do livro/biografia “Prazer em Conhecer”, em Caruaru, é a mesma de quando entrei no Projac, pela primeira vez, e fui recebida com o carinho do elenco fixo do seriado A Diarista. Momentos como este não sei descrever, só sei sentir. Obrigada, amigos de Caruaru!

2. Como aconteceu a aproximação com Fernandino Neto?

Nós não nos conhecíamos. Na época em que ele estava cursando Jornalismo, na FAVIP, foi fazer uma entrevista comigo, em minha casa, como trabalho de faculdade. Viu que a minha residência parecia um “museu”, bisbilhotou na imprensa local/regional/nacional e achou que era uma trajetória interessante. Daí por diante, com a entrevista publicada no Jornal Vanguarda, onde estagiara, junto às informações curriculares e o aval do corpo docente da Faculdade, decidiu que o seu TCC seria minha biografia. Ele falou do seu intento e eu lhe dei carta branca.

3. Como você define a importância da sua atuação artística para as gerações futuras?

Acredito que essa resposta esteja na obra “Prazer em Conhecer – Seis décadas de Prazeres Barbosa”. É lá que está consumada a minha contribuição para os que aí estão e para os que hão de vir. Leiam, analisem e tirem proveito do que lhes convier!

4. Agora que você vive no Rio de janeiro, como avalia a cena cultural de Pernambuco, especialmente Caruaru?

Como sou bairrista, com muito orgulho, enxergo Pernambuco o topo do que há em manifestações culturais. Somos ricos no artesanato, folclore, dança, artes plásticas, cordéis, cerâmica, cinema e teatro. Insiro Caruaru nesse contexto, pois sempre apostei no talento e competência da classe artística. Se eles se desafiassem mais, certamente estariam em outro contexto. Talento é o que não lhes falta!

5. Você deixou um pouco de fazer teatro para se dedicar a Televisão e Cinema. Como tem sido trabalhar na Rede Globo? E como foi fazer o filme com Sylvester Stallone?

A vida é composta de ciclos. Acredito que, nesse momento, as portas da TV e Cinema estão se abrindo para mim motivadas pelo meu biotipo e disponibilidade. Como sempre acreditei que não preciso ter pressa e que “...a burrinha da felicidade nunca se atrasa...” deleito-me a cada convite e curto-os como se fosse o último. Pra ser feliz não precisa se ter muito, basta ser feliz com o que nos toca e isso eu administro muito bem!

Trabalhar na Rede Globo é o sonho de 10 entre 10 artistas. Belisco-me e sinto que a ficha ainda não caiu. Estou degustando um dia por vez. Serei cautelosa ao subir degraus! Quanto a filmar com Sylvester Stallone foi algo surpreendente. Estava além dos meus sonhos. E olha que eu sonho, hein? (risos)

6. Quais as pessoas que marcaram sua vida pra sempre?

Sozinhos não somos nada e não chegamos a lugar algum. Tenho uma trajetória rica em aprendizado e isso não acaba em nomes, mas em criaturas que nos fizeram alcançar patamares inimagináveis. Não citarei nomes, pois o esquecimento de alguns deixará um marco de ingratidão (isso não faz parte da minha história de vida). A vaidade humana jamais me perdoaria.

O que seria de mim sem minha família, meu filho, meu marido, meus diretores de teatro, minha Cia. de Teatro, minhas diretoras de escolas, os empresários, colunistas, amigos, a imprensa? Eles são peça-chave para a conclusão desse quebra-cabeças chamado Prazeres Barbosa. Minha gratidão a todos que me estenderam os braços e abriram o seu coração para me acolher!

7. Você já foi professora. Num mundo digital, que papel a Educação pode revelar para a Arte e Cultura?

Eu não acredito na Educação sem Arte, nem Arte dissociada da Educação. Elas estão para outra como o amor para o sexo, a água para a vida, o filho para a mãe. Vejo o mundo digital como ampliação de conceitos e multiplicador de possibilidades. O que nos falta é mão de obra especializada/humanizada, para tirar proveito da tecnologia aliando o interesse da juventude, garantindo assim um resultado mais humano e racional. Eu aposto todas as fichas no humano, na arte, na educação.

8. A sua relação com o público de Caruaru e da região sempre foi muito extensa. Como é que está esse público, agora, depois da projeção nacional do seu nome?

A melhor coisa do mundo é saber construir uma carreira com parceria. Aprendi, desde cedo, que a vida só tem sentido quando aliada a pessoas que apostam na gente e têm o colo para chorar. Sinto a vibração dos companheiros, fiéis, e sei que isso nos une cada vez mais. Não mudei em nada. Sou a mesma de sempre. Eu sou Prazeres de todos os tempos!

9. Você se sente realizada ou ainda planeja seu futuro?

Relembro as sábias palavras, de minha mãe, Antonina Barbosa: “Enquanto viva, labutamos”. Sou intensa na minha essência. Nunca deixo para amanhã o que hoje posso fazer. Sou realizada com a concretização dos meus sonhos. No dia 02 de outubro, completei 61 anos e me comporto como se tivesse 16, acredita? O meu futuro é o hoje, vivido com qualidade de vida, e a certeza de que o amanhã me aguarda de braços abertos.

10. Quais os próximos trabalhos? Ainda volta à terrinha?

Aprendi, com a vida, a não dizer nunca. Quero estar aberta a possibilidades e desafios. No momento, pretendo ficar aqui no Rio de Janeiro e visitar Caruaru, rever amigos e dançar o melhor forró do mundo! Quanto a trabalhos, estou bem servida, graças a Deus! Dia 08/10 estreio em Tropa de Elite 2. Ainda em outubro/novembro, estarei no seriado Afinal, o que querem as mulheres? No final do ano estarei no especial em comemoração aos 50 anos de Renato Aragão. Farei dona Dinorah, sua mãe. Em janeiro/2011 estou escalada para a novela das 7h, de Walcyr Carrasco. Em 2011 estrearei nos palcos cariocas. E por aí vai! Deus seja louvado!

Uma bela reportagem sobre o lançamento do livro Prazer em Conhecer será publicada na edição deste mês, da revista Caruaru VIP. As fotos são de Paulo Roberto e texto de Mário Flávio Lima. Enquanto a revista não chega às bancas, confira a edição online acessando o site:



Na cidade das flores, a sessão de autógrafos do livro Prazer em Conhecer aconteceu no dia 25 de setembro, às 20h, no hall do Teatro Luiz Souto Dourado, no Centro Cultural. O evento ocorreu durante a programação de encerramento do II Festival de Artes Cênicas de Garanhuns e foi prestigiado por um animado público.







terça-feira, setembro 14

Conheça o Blog do Livro
Prazer em Conhecer


http://www.livroprazeremconhecer.blogspot.com/


Fernandino Neto

lança Prazer em Conhecer

no Teatro do Sesc Caruaru


As artes cênicas sempre ocuparam uma posição de destaque na literatura, que agora favorece o início de um novo capítulo na história da atriz caruaruense Prazeres Barbosa. Prestes a comemorar 30 anos de carreira, ela terá sua vida narrada nas páginas de um livro escrito pelo jornalista Fernandino Neto.

O ensaio biográfico, intitulado "Prazer em Conhecer: Seis décadas de Prazeres Barbosa", é resultado de uma pesquisa que durou mais de dois anos e contém depoimentos de nove dezenas de pessoas, entre familiares, amigos e colegas de profissão, que ajudaram a reconstituir os passos marcantes da trajetória pessoal e artística da professora-atriz, hoje com projeção nacional.

O autor define a escolha de Prazeres Barbosa como personagem que ilustrou a narrativa do livro como uma oportunidade do destino. "Eu já ouvia falar em Prazeres Barbosa como sendo uma das maiores atrizes pernambucanas e me chamou a atenção o fato de ela ser minha conterrânea, estar inserida numa realidade próxima. Nunca tivemos contato antes, até que, em 2007, decidi contar um pouco de sua história numa reportagem produzida para a faculdade", explica.

Impressionado com a trajetória de Prazeres, Fernandino percebeu que se tratava de uma história digna de registro biográfico. "Este é o meu primeiro livro e tenho o privilégio de biografar uma artista que marcou época no teatro caruaruense e ajudou a projetá-lo em outras partes do Brasil. Não se trata de uma biografia póstuma, mas de um trabalho que conta a história de vida de uma mulher que, aos 60 anos, continua produzindo como nunca e sobrevivendo de sua própria arte" ressalta.

Sobre a produção, o jornalista afirma que apesar das dificuldades enfrentadas no processo, o resultado final é bastante satisfatório. "Uma biografia não pode apenas narrar fatos isolados de uma vida, requer cautela na apuração, na forma como eles serão escritos e, acima de tudo, exige um texto bem escrito e que possa envolver o leitor do início ao fim. A pesquisa requereu algumas viagens e muitas horas de gravação. O trabalho também é respaldado por reportagens de diversos jornais do País", afirma.

O livro já passou pelos últimos ajustes e foi editado pela Bagaço, de Recife. "O lançamento ocorrerá através de um circuito promovido pelo Departamento de Cultura do SESC Pernambuco, começando no dia 23, em Caruaru. Já fechamos Limoeiro (24) e Garanhuns (25). Em seguida, pretendemos ir a Arcoverde e Recife", adianta Fernandino.

Outra novidade é a produção de um documentário feito especialmente para divulgação do livro. "Em todas as cidades onde formos, haverá exibição deste trabalho, que é, na verdade, um convite para as pessoas lerem a obra. O vídeo foi produzido e dirigido pelo jornalista Wagnner Sales e conta a trajetória de Prazeres, inclusive com cenas inéditas", explica o jornalista.

Fernandino comemora a ideia de este ser um projeto pioneiro na cidade. "Considerando o fato de o livro haver sido produzido inicialmente como Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Favip (Faculdade do Vale do Ipojuca), é um orgulho saber que terei a oportunidade de vê-lo chegar às mãos de outras pessoas. Esta sempre foi minha intenção. Espero que o leitor tenha tanto prazer em ler o livro, quanto eu tive ao escrevê-lo", conclui

Agenda de Lançamento

Confiram as sessões de autógrafos já agendadas pelo SESC P
ernambuco para o lançamento do livro "Prazer em Conhecer"

Caruaru

Data: 23/09, às 20h
Teatro Rui Limeira Rosal (SESC)
Av. Lourival José da Silva, s/n – Petrópolis

Limoeiro

Data: 24/09, às 20h
Galpão das Artes
Avenida Severino Pinheiro, 329 – Centro

Garanhuns

Data: 25/09, às 16h
Festival de Artes Cênicas de Garanhuns
Salão de Eventos Jaime Pincho (SESC Garanhuns)
Rua Manoel Clemente, 136 - Centro

A convite do produtor cultural e arte-educador Fábio André, o jornalista Fernandino esteve na cidade de Limoeiro, no dia 20 de julho, participando de uma programação festiva em co-memoração aos 10 anos do Galpão das Artes. O evento contou com exposição, apresentações artísticas, exibição de vídeos e jantar temático. Na ocasião, Fernandino expôs, em primeira mão, um banner com a capa do livro Prazer em Conhecer: Seis décadas de Prazeres Barbosa.

A obra reconstitui a trajetória de vida de Prazeres e será lançada neste mês, através de um circuito promovido pelo Sesc Pernambuco. O convite não ocorreu por acaso. Prazeres Barbosa é a figura conhecida entre os limoeirenses. A artista dá nome ao camarim existente no Galpão das Artes, auxiliou o processo de formação artística desenvolvido pela Consultoria de Ações Culturais e, em março de 2003, recebeu título de cidadã, ofertado pela Câmara Municipal de Limoeiro pelos serviços prestados à cidade.

"Fomos muito bem recepcionados, por Fábio André e toda a equipe do Galpão das Artes, que nos receberam com todo o carinho e atenção. Isto é resultado do trabalho artístico de Prazeres, que soube cativar as pessoas com quem manteve contato ao longo dos anos em que tem dedicado sua vida ao teatro. Mantivemos contatos importantes e aproveitamos para divulgar o projeto, convindando o público e autoridades presentes a participarem da noite de lançamento, em Limoeiro", explica Fernandiino. A biografia será editada pela Bagaço e em breve estará disponível.

Fábio André, Osejara Ramos e Fernandino Neto

terça-feira, agosto 10

" Prazer em Conhecer"
Antes de ser publicado,
livro repercute fora de Caruaru.

A convite do produtor cultural e arte-educador Fábio André,
o jornalista Fernandino esteve na cidade de Limoeiro, no dia
20 de julho, participando de uma programação festiva em co-
memoração aos 10 anos do Galpão das Artes. O evento contou
com exposição, apresentações artísticas, exibição de videos e
jantar temático. Na ocasião, Fernandino expôs, em primeira
mão, um banner com a capa do livro " Prazer em Conhecer: bio-
grafia da premiada atriz pernambucana Prazeres Barbosa".


A obra reconstitui a trajetória de vida de Prazeres e será lança-
da em setembro, através de um circuito promovido pelo Sesc
Pernambuco, que inclui as cidades de Caruaru, Arcoverde, Li -
moeiro, Garanhuns e Recife. O convite não ocorreu por acaso.
Prazeres Barbosa é a figura conhecida entre os limoeirenses. A
artista dá nome ao camarim existente no Galpão das Artes, au-
xiliou o processo de formação artistica desenvolvido pela Con -
sultoria de Ações Culturais e, em março de 2003, recebeu títu-
lo de cidadã, ofertado pela Câmara Municipal de Limoeiro pelos
serviços prestados à cidade.

" Fomos muito bem recepcionados,por Fábio André e toda a equi-
pe do Galpão das Artes, que nos receberam com todo o carinho e
atenção. Isto é resultado do trabalho artístico de Prazeres, que
soube cativar as pessoas com quem manteve contato ao longo dos
anos em que tem dedicado sua vida ao teatro. Mantivemos conta-
tos importantes e aproveitamos para divulgar o projeto,convindan-
do o público e autoridades presentes a participarem da noite de lan-
çamento, em Limoeiro", explica Fernandiino. A biografia será edita-
da pela Bagaço e em breve estará disponível.


terça-feira, julho 13

Livro conta a história da atriz

caruaruense Prazeres Barbosa


A personagem na novela “Tempos Modernos” se chama “Rondônia”, mas o nome Pernambuco seria mais adequado para definir a atriz Prazeres Barbosa. Ela mora no Rio de Janeiro há três anos, mas sempre que pode volta para matar um pouco da saudade.

Prazeres tem 60 anos e começou a fazer teatro em 1982. De lá pra cá foram doze espetáculos teatrais e 15 filmes. Além de participações em novelas e seriados da TV Globo.


O livro “Prazer em Conhecer” foi idealizado inicialmente como trabalho de conclusão do estudante Fernandino Neto, no curso de jornalismo. Tomou proporções maiores e será lançado oficialmente em setembro.



Obra está prevista para ser lançada em setembro deste ano.



Prazeres Barbosa

visita Caruaru no mês de junho.

Atriz aproveitou para rever amigos, curtir o São João e cumprir agenda de compromissos

Prazeres Barbosa e Fernandino Neto

A atriz Prazeres Barbosa esteve em Caruaru, entre os dias 20 e 27 de junho. A artista aproveitou o período junino, em que sua terra natal fica ainda mais movimentada, para rever familiares, amigos e, é claro, aproveitar o Maior e Melhor São João do Mundo.


Gravação...

Durante a semana, ela visitou o Parque de Eventos Luiz Gonzaga, marcou presença nos camarotes oficiais do evento e concedeu entrevistas as emissoras de rádio e TV locais. Prazeres foi recebida com entusiasmos por seus conterrâneos e fez questão de abraçar a todos, com o carisma que lhe é peculiar.

Prazeres, Fernandino, Wagnner Sales e Tony

A atriz visitou ainda o Arraial Mestre Vitalino, uma vila cenográfica, nos moldes de uma cidade interiorana, com igreja, casinhas de madeira, pólo de quadrilhas, bares e lanchonetes e até teatro de mamulengo. Prazeres foi recebida com euforia inclusive pelas autoridades locais, a exemplo do presidente da Fundação de Cultura e Turismo, José Pereira e do prefeito José Queiroz.

A artista concedeu entrevista, ao vivo, à TV Pernambuco, onde falou sobre sua trajetória artística e citou a expectativa em relação ao lançamento de sua biografia, “Prazer em Conhecer”, escrita pelo jornalista Fernandino Neto e que será lançada no mês de setembro.

decorando o texto...

Durante dois dias, Prazeres gravou cenas para o documentário, também intitulado “Prazer em Conhecer”, produzido pelos jornalistas Wagnner Sales e Fernandino Neto, que será exibido durante o lançamento do livro. As gravações aconteceram no Museu do Barro, Teatro do Sesc e no Parque Ambiental, que Prazeres teve a oportunidade de conhecer.

Valdenio Lira e Prazeres.

Prazeres e Fernandino gravaram também uma entrevista para a TV Asa Branca, afiliada da Rede Globo, que enfocou a produção e o lançamento da biografia em homenagem às quase três décadas de carreira da professora-artista. As imagens foram captadas no Museu do Barro, um dos espaços turísticos mais visitados na cidade.

Fernandino, Wagnner Sales e Tony.

Um dia antes de retornar ao Rio de Janeiro (26), Prazeres Barbosa entrou em estúdio para gravar um dueto com o cantor Tony Maciel. A música vai integrar o álbum “Buscas Interiores”, que deve ficar pronto até o final do ano. Além de cantar, Prazeres Barbosa declamou, durante o medley, um texto em referência às composições “Vitalino” e “Terra de Mestres”, de sua própria autoria. O clipe da música, produzido durante as gravações, vai estar nos extras do documentário “Prazer em Conhecer”, que será lançado em DVD e virá como brinde para quem adquirir à biografia da atriz.


Prazeres Barbosa grava
dueto com Tony Marciel

A parceria vai ilustrar o álbum intitulado de "Buscas Interiores", que deve ficar pronto até o fim do ano; a gravação, em estúdio, acontece neste sábado, dia 26

Alessandra Costa

Neste domingo (20) a atriz caruaruense Prazeres Barbosa vai deixar por alguns dias o Rio de Janeiro, onde reside atualmente, para vir a passeio à Capital do Forró. No sábado (26), a artista entra em estúdio com o cantor Tony Maciel para gravar um dueto, já que a proposta do novo trabalho do artista é o de manter viva a história de Caruaru. A parceria vai ilustrar o álbum intitulado de "Buscas Interiores", que deve ficar pronto até o fim do ano.

De acordo com o cantor e compositor Tony Maciel, a ideia de incluir a atriz Prazeres Barbosa no trabalho surgiu em abril deste ano, quando, em passeio ao Rio de Janeiro, os dois tiveram a oportunidade de se encontrar. "Além da interpretação musical, Prazeres vai declamar um texto durante o medley, que abrange as composições ‘Vitalino' e ‘Terra de Mestres'. A sugestão de incluir a poesia foi da própria atriz. Aliás, o texto é de autoria de Prazeres", explica Tony Maciel.

A atriz Prazeres Barbosa não conhecia Tony até então, mas, ao receber o primeiro CD do artista, decidiu aceitar a proposta. "Achei o trabalho superinteressante. São letras que marcam. Não sou cantora. Não sei se ele me viu cantando no filme ‘A Máquina' e gostou. O texto é o mesmo que escrevi para finalizar o espetáculo ‘A Feira', baseado na Feira de Caruaru. Na peça (A Feira) eu acabo cantando o texto. Uma melodia meio louca, feita por mim mesma. Israel Filho gostou e acabou gravando tal e qual eu canto".

soltando a voz

A proposta do CD, com 14 faixas, é a de preservar a história da Capital do Agreste, tema despertado por Maciel ainda em 2009, quando lançou um trabalho (Recortes), com 16 faixas, sendo 80% de autoria própria, em estilo pop. "Como não tenho estilo definido, quis gravar um trabalho em outro ritmo, antes, para não correr o risco de ficar rotulado, pelo trabalho que estou desenvolvendo agora, como um artista de cunho meramente regional", destaca. Segundo Maciel, enquanto estudante do curso de Jornalismo, o gosto pela temática se afirmou ao ‘pagar a disciplina' de Culturas Brasileiras. "Ao estudar as culturas interioranas, comecei a remeter algumas memórias do tempo de infância. Daí surgiu a ideia de desenvolver o disco, com esta temática", detalha.

O diferencial do material, na opinião de Tony, é a nova roupagem (regional eletrônica) conferida aos ritmos regionais, a exemplo do maracatu, ciranda e baião. "É inserido a percussão, no caso da bateria. O propósito é fazer uma junção do presente com as coisas antigas", explicita.

Prazeres Barbosa e Tony Marciel

Outra novidade é que o material não vai ser lançado, a exemplo do anterior, na Livraria Cultura - Capital Pernambucana. A ideia do artista é disponibilizar as faixas, gratuitamente, nos endereços eletrônicos: www.tonymaciel.com.br (em fase de criação); www.nacaocultural.pe.gov.br. "Serão produzidas apenas mil cópias para divulgação. O enfoque é disponibilizar o material de forma gratuita, mesmo. Aliás, o objetivo principal é trabalhar as músicas de forma didática, junto aos estudantes da rede municipal de Caruaru, em conjunto com a arte cênica. É reforçar as questões ligadas ao descobrimento do Brasil, à história da miscigenação e dos sotaques". Com texto de Pero Vaz de Caminha, a música de trabalho do artista - ‘Brasilis' - remete ao descobrimento do país.
Arquivo - 2009

Novidades de Prazeres Barbosa

Atriz caruaruense conta um pouco sobre a próxima novela em que irá atuar

A atriz caruaruense Prazeres Barbosa fará uma participação especial na próxima novela das 6h, “Cama de Gato”, na Rede Globo, que estreia no dia 5 de outubro.

A personagem dela será uma senhora da roça que, juntamente com o marido, José (Aguinaldo Lopes) abrigará em casa, o personagem interpretado porMarcos Palmeira. As primeiras cenas já foram gravadas no Maranhão.

Prazeres já participou de outras novelas: “Duas Caras”, “A Favorita” e “Malhação”. Também já fez duas participações no programa “A Diarista”. E não para por aí, ela também participou do filme “A vinda de Chico Xavier”, que estréia em 2010.

A próxima atuação será na próxima novela das 7h, “ Tempos Modernos” que será exibida na Globo. Aos 59 anos – 27 dedicados ao teatro – Prazeres recebeu a repórter Renata Torres para contar a sua história, confira no vídeo ao lado.

Clique e assista!

Publicada em 26/09/2009 às 13:49



quarta-feira, abril 7


Prazeres no elenco de Chico Xavier,

candidato a mais um grande sucesso

do cinema brasileiro

Com Rosi Campos

Com direção de Daniel Filho, longa estreia no dia 2 de abril e está orçado em R$ 12 milhões

Fernandino Neto

As salas de cinema do Brasil receberam no último dia 2 de abril o filme “Chico Xavier”, dirigido pelo renomado Daniel Filho, com um orçamento de R$ 12 milhões. Baseado na obra “As Vidas de Chico Xavier”, do jornalista Marcel Souto Maior, o longa tem Nelson Xavier, Ângelo Antônio e Matheus Costa interpretando Chico em três fases de sua vida. No elenco da cinebiografia, está a atriz caruaruense Prazeres Barbosa, que há mais de dois anos vive no Rio de Janeiro e é contratada pela Rede Globo de Televisão.

O convite para participar do longa aconteceu em agosto do ano passado, quando Prazeres voltava de Imperatriz (MA), onde gravou cenas para a novela das seis, Cama de Gato. “Cris D´amato, que divide a direção com Daniel Filho, foi quem me convidou. Nos conhecemos nos idos de 2004, quando vim ao Rio filmar A Máquina, de João Falcão”, explica Prazeres Barbosa. De acordo com a atriz, o filme foi gravado nos estúdios da Herbert Richers, em Usina, no Rio de Janeiro. “Minha participação acontece na cidade de Uberaba, no Centro Espírita, à noite, no ano de 1970. É uma participação marcante”, define.


Ao lado de Nelson Xavier

“Minha personagem é uma frequentadora do Centro, pobre e semi-analfabeta, que vai pedir a Chico Xavier explicações de uma receita para poder comprar remédios. Ela é muito bem atendida e ainda ganha um relógio de ouro, doado à Chico pouco tempo atrás por uma ricaça frequentadora do Centro”, revela Prazeres. “Tenho certeza que a repercussão do filme vai superar todas as expectativas, afinal trata-se da cinebiografia do médium mais conhecido do Brasil. Até o final do mês haverá o lançamento festivo para elenco e personalidades”, ressalta a atriz, que está no ar na novela Tempos Modernos, como a Rondônia, empregada da casa de Goretti (Regiane Alves), filha do poderoso Leal (Antonio Fagundes) e mãe das quatro Marias.

Esse ano, a atriz caruaruense dará o ar da graça em outras produções de destaque no cinema. Além de “Chico Xavier”, Prazeres Barbosa aguarda o lançamento do longa hollywoodiano “Os Mercenários” (The Expendables), em que contracena com o ator Sylvester Stallone. De acordo com informações divulgadas pela produtora americana Lionsgate, o filme será lançado nos Estados Unidos no dia 23 de abril. No Brasil, a produção será distribuída pela Califórnia Filmes, mas ainda não há uma data definida. Em março, Prazeres gravou uma participação especial no filme Tropa de Elite 2, estrelado por Wagner Moura
Prazeres Barbosa

“Não estou no Rio de Janeiro aventurando”

Conhecida em todo o Estado por sua desenvoltura nos palcos e também no cinema, Prazeres Barbosa viu sua carreira tomar outros rumos a partir de 2004, quando foi selecionada para participar de “A Máquina”, filme do pernambucano João Falcão. Na época, ela fez um cadastro no sistema de atores da Globo e, no ano seguinte, foi convidada para participar de um episódio do extinto seriado “A Diarista”. Em 2006, a atriz interpretou quatro personagens na microssérie “A Pedra do Reino” e foi novamente convidada para participar de “A Diarista”.

Em 2007, assinou contrato para participar de sua primeira novela, “Duas Caras”, de Aguinaldo Silva, onde interpretou Shirley, empregada da casa de Maria Eva (Letícia Spiller). Nessa época, a atriz trocou Caruaru pela Cidade Maravilhosa. Em seguida, foi vista no especial “Por Toda Minha Vida”, que homenageou o apresentador Chacrinha; participou da reta final da novela “A Favorita” e viveu a dona Lourdes no seriado “Malhação”. Nos primeiros capítulos da atual novela da seis, “Cama de Gato”, Prazeres contracenou ainda com o ator Marcos Palmeira, protagonista da trama. “Desde 2004, tenho feito trabalhos todos os anos. Acho importante as pessoas terem conhecimento disso, pois é uma prova de que não estou aqui aventurando”, afirma a atriz que terá sua biografia lançada este ano e pretende estrear um novo espetáculo nos palcos cariocas.

Com Cris D`amato

SINOPSE

“Chico Xavier - o filme” é a cinebiografia do mineiro de Pedro Leopoldo, Francisco Cândido Xavier, o médium mais conhecido do Brasil. Chico Xavier (1910-2002) alcançou popularidade através de sua mediunidade psicográfica, que atraía pessoas de todo o país em busca de palavras de conforto. Muitos o consideravam ‘santo’, outros tantos, uma verdadeira farsa. Mas Chico Xavier era respeitado e admirado por uma legião de fiéis. O longa descreve a trajetória do médium, que viveu 92 anos e desenvolveu importante atividade mediúnica e filantrópica. Seus mais de 400 livros psicografados, consolavam, propagavam a paz e estimulavam a caridade.

Um elenco de peso ajuda a dar vida à obra nas telas grandes. Além dos intérpretes de Chico em fases diferentes de sua vida, o filme conta com participação de Tony Ramos, Christiane Torloni, Giulia Gam, Letícia Sabatella, Pedro Paulo Rangel, Giovanna Antonelli, Cássia Kiss, Rosi Campos, Carla Daniel e Ailton Graça. Com tanto investimento, é provável que este se torne um dos grandes lançamentos nacionais do ano