quarta-feira, abril 7


Prazeres no elenco de Chico Xavier,

candidato a mais um grande sucesso

do cinema brasileiro

Com Rosi Campos

Com direção de Daniel Filho, longa estreia no dia 2 de abril e está orçado em R$ 12 milhões

Fernandino Neto

As salas de cinema do Brasil receberam no último dia 2 de abril o filme “Chico Xavier”, dirigido pelo renomado Daniel Filho, com um orçamento de R$ 12 milhões. Baseado na obra “As Vidas de Chico Xavier”, do jornalista Marcel Souto Maior, o longa tem Nelson Xavier, Ângelo Antônio e Matheus Costa interpretando Chico em três fases de sua vida. No elenco da cinebiografia, está a atriz caruaruense Prazeres Barbosa, que há mais de dois anos vive no Rio de Janeiro e é contratada pela Rede Globo de Televisão.

O convite para participar do longa aconteceu em agosto do ano passado, quando Prazeres voltava de Imperatriz (MA), onde gravou cenas para a novela das seis, Cama de Gato. “Cris D´amato, que divide a direção com Daniel Filho, foi quem me convidou. Nos conhecemos nos idos de 2004, quando vim ao Rio filmar A Máquina, de João Falcão”, explica Prazeres Barbosa. De acordo com a atriz, o filme foi gravado nos estúdios da Herbert Richers, em Usina, no Rio de Janeiro. “Minha participação acontece na cidade de Uberaba, no Centro Espírita, à noite, no ano de 1970. É uma participação marcante”, define.


Ao lado de Nelson Xavier

“Minha personagem é uma frequentadora do Centro, pobre e semi-analfabeta, que vai pedir a Chico Xavier explicações de uma receita para poder comprar remédios. Ela é muito bem atendida e ainda ganha um relógio de ouro, doado à Chico pouco tempo atrás por uma ricaça frequentadora do Centro”, revela Prazeres. “Tenho certeza que a repercussão do filme vai superar todas as expectativas, afinal trata-se da cinebiografia do médium mais conhecido do Brasil. Até o final do mês haverá o lançamento festivo para elenco e personalidades”, ressalta a atriz, que está no ar na novela Tempos Modernos, como a Rondônia, empregada da casa de Goretti (Regiane Alves), filha do poderoso Leal (Antonio Fagundes) e mãe das quatro Marias.

Esse ano, a atriz caruaruense dará o ar da graça em outras produções de destaque no cinema. Além de “Chico Xavier”, Prazeres Barbosa aguarda o lançamento do longa hollywoodiano “Os Mercenários” (The Expendables), em que contracena com o ator Sylvester Stallone. De acordo com informações divulgadas pela produtora americana Lionsgate, o filme será lançado nos Estados Unidos no dia 23 de abril. No Brasil, a produção será distribuída pela Califórnia Filmes, mas ainda não há uma data definida. Em março, Prazeres gravou uma participação especial no filme Tropa de Elite 2, estrelado por Wagner Moura
Prazeres Barbosa

“Não estou no Rio de Janeiro aventurando”

Conhecida em todo o Estado por sua desenvoltura nos palcos e também no cinema, Prazeres Barbosa viu sua carreira tomar outros rumos a partir de 2004, quando foi selecionada para participar de “A Máquina”, filme do pernambucano João Falcão. Na época, ela fez um cadastro no sistema de atores da Globo e, no ano seguinte, foi convidada para participar de um episódio do extinto seriado “A Diarista”. Em 2006, a atriz interpretou quatro personagens na microssérie “A Pedra do Reino” e foi novamente convidada para participar de “A Diarista”.

Em 2007, assinou contrato para participar de sua primeira novela, “Duas Caras”, de Aguinaldo Silva, onde interpretou Shirley, empregada da casa de Maria Eva (Letícia Spiller). Nessa época, a atriz trocou Caruaru pela Cidade Maravilhosa. Em seguida, foi vista no especial “Por Toda Minha Vida”, que homenageou o apresentador Chacrinha; participou da reta final da novela “A Favorita” e viveu a dona Lourdes no seriado “Malhação”. Nos primeiros capítulos da atual novela da seis, “Cama de Gato”, Prazeres contracenou ainda com o ator Marcos Palmeira, protagonista da trama. “Desde 2004, tenho feito trabalhos todos os anos. Acho importante as pessoas terem conhecimento disso, pois é uma prova de que não estou aqui aventurando”, afirma a atriz que terá sua biografia lançada este ano e pretende estrear um novo espetáculo nos palcos cariocas.

Com Cris D`amato

SINOPSE

“Chico Xavier - o filme” é a cinebiografia do mineiro de Pedro Leopoldo, Francisco Cândido Xavier, o médium mais conhecido do Brasil. Chico Xavier (1910-2002) alcançou popularidade através de sua mediunidade psicográfica, que atraía pessoas de todo o país em busca de palavras de conforto. Muitos o consideravam ‘santo’, outros tantos, uma verdadeira farsa. Mas Chico Xavier era respeitado e admirado por uma legião de fiéis. O longa descreve a trajetória do médium, que viveu 92 anos e desenvolveu importante atividade mediúnica e filantrópica. Seus mais de 400 livros psicografados, consolavam, propagavam a paz e estimulavam a caridade.

Um elenco de peso ajuda a dar vida à obra nas telas grandes. Além dos intérpretes de Chico em fases diferentes de sua vida, o filme conta com participação de Tony Ramos, Christiane Torloni, Giulia Gam, Letícia Sabatella, Pedro Paulo Rangel, Giovanna Antonelli, Cássia Kiss, Rosi Campos, Carla Daniel e Ailton Graça. Com tanto investimento, é provável que este se torne um dos grandes lançamentos nacionais do ano